FALE CONOSCO: 11 3392-5196
RECEBA NOSSA LIGAÇÃO AGENDE UMA AVALIAÇÃO

IMPLANTE DENTÁRIO
é na Vital Odonto Implantes dentários

A Vital Implantes é uma clínica odontológica completa e é especializada em implantes dentários. Possui equipamentos modernos de última geração, profissionais gabaritados e experientes, e está em condições de oferecer tratamentos odontológicos de alto nível.

Conheça a Clínica Vital Implantes

A clínica Vital Implantes foi planejada com o objetivo de oferecer tratamentos odontológicos de alto nível: possui equipamentos de ponta, conta com profissionais especializados, o atendimento é personalizado e as instalações são confortáveis.

ASSISTA AO VÍDEO
Clínica
Dra. Nathalia Cristiane Serrano Ginez Dávida
Clínica
Clínica
Dra. Nathalia Cristiane Serrano Ginez Dávida
Clínica
Dra. Nathalia Cristiane Serrano Ginez Dávida

Dra. Nathalia Cristiane Serrano Ginez Dávida Responsável Técnica

Graduada em odontologia e especialista em implantodontia pela Fapes. Aprimoramentos em prótese sobre implante pela Fundecto-USP com aperfeiçoamento em prótese total. Coordena uma equipe multidisciplinar que abrange todas as especialidades da odontologia.

ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DO TABAGISMO NO IMPLANTE DENTÁRIO.

PRÓTESE SOBRE IMPLANTES

Indicada para quem teve perda dos dentes. A prótese sobre implantes é fixada por pinos de titânio, que proporcionam maior segurança na mastigação e nas atividades cotidianas.

Existem vários tipos de próteses, cada uma é mais adequada de acordo com a necessidade do paciente. Os especialistas da Vital Implantes fazem uma avaliação detalhada de cada caso e indicam a que trará melhor resultado.

CIRURGIA GUIADA RÁPIDA RECUPERAÇÃO, MENOS TRAUMA.

Última palavra em implantes dentários porque utiliza as mais modernas ferramentas, como tomografia computadorizada, molde em impressão 3D. Para a cirurgia guiada não é preciso incisão e é feita sem dor. O procedimento é mais rápido e o paciente pode retomar as atividades normais em pouco tempo.

IMPLANTES DENTÁRIOS

Investir em implantes dentários é a forma mais assertiva de recuperar as funções bucais que foram prejudicadas devido à perda de um ou mais dentes.

A ausência de um ou mais dentes desencadeia diversos prejuízos físicos e psicológicos. A maioria das pessoas que não possuem uma dentição completa passam por dificuldades para se alimentar, principalmente com refeições sólidas. O sistema digestivo também pode ser prejudicado pela ausência de dentes, já que os alimentos passam a ser ingeridos sem a trituração adequada que deveria ser realizada no processo de mastigação. Além disso, o próprio formato facial pode se alterar ao longo do tempo, pois os ossos e a dentição se ajustam para suprimir os espaços vazios na gengiva devido à falta de um ou mais dentes.

Todos esses problemas podem ser eliminados através de uma única solução: a instalação de implantes dentários.

Devido a sua eficiência, os implantes dentários são considerados a ?terceira dentição?, pois o resultado da implantodontia é muito superior à utilização de próteses, já que os implantes ficam permanentemente fixados na arcada dentária e podem ser higienizados exatamente da mesma forma que os dentes naturais, através da escovação com pasta de dente, utilização de fio dental e enxaguante bucal. Quem opta pela instalação dos implantes dentários não precisa se preocupar com qualquer tipo de mobilidade nos dentes, como acontece com as próteses móveis.

Poder voltar a sorrir sem se preocupar com a ausência de dentes é uma das principais formas de elevar a autoestima, contribuindo para a melhora significativa da qualidade de vida.

Quem pode ter um implante dentário?

Qualquer pessoa que tenha perdido um ou mais dentes pode fazer um implante dentário, desde que tenha mais que 17 anos, pois até essa idade, a formação dos ossos da face ainda não está totalmente completa. Diferente do que muitas pessoas pensam, os implantes dentários não são realizados somente em pessoas na terceira idade. O ideal, para evitar o comprometimento da estrutura bucal e facial devido à falta de uma arcada dentária completa, e que os implantes dentários sejam realizados assim que um ou mais dentes que compõem a segunda dentição forem perdidos, seja devido aos desgastes naturais que ocorrem ao longo do tempo ou devido a um acidente, por exemplo.

Do que são feitos os implantes dentários?

Um implante dentário é formado por uma estrutura composta por um pino de titânio, que funciona como a raiz do dente, diretamente fixado ao osso. Entao será instalada a prótese sobre o implante dentário. As próteses normalmente fabricadas em porcelana, resinas importadas ou metalocerâmica. Essa estrutura é moldada de acordo com a cor e o formato dos dentes naturais que compõem a arcada dentária.

Resinas importadas

A Vital Odonto Implantes apresenta para seus pacientes a opção de próteses dentárias fabricadas em resinas importadas, que possuem uma durabilidade maior que as resinas nacionais, principalmente quanto ao aspecto de sua coloração, pois apresentam uma maior resistência aos desgastes do tempo, como o escurecimento da peça.

Porcelana

A porcelana é o material mais utilizado para a moldagem das próteses sobre implante, principalmente por seu aspecto vítreo, que possibilita o reflexo da luminosidade, se assemelhando muito aos dentes naturais, proporcionando um acabamento estético perfeito.

Metalocerâmica

Esse material tem como principal característica o aumento da resistência da prótese sobre implante dentário e consiste em uma peça de metal envolta em porcelana, aumentando sua durabilidade e reduzindo os impactos dos desgastes que ocorrem ao longo do tempo. As próteses fabricadas a partir desse material são fundidas e esculpidas manualmente.

O pino de titânio utilizado nos implantes dentários extremamente compatíveis com o tecido ósseo, diminuindo a possibilidade de rejeição com este material. O índice de sucesso dos implantes dentários chega a 95%.

Como escolher o tipo de material mais adequado para a fabricação do seu implante dentário?

Normalmente, o próprio paciente que escolhe qual material será utilizado para a produção da prótese dentária do seu implante, assim que o implantodontista analisa os requisitos e possibilidades de materiais possíveis para instalação. Os valores variam de acordo com o material utilizado para a confecção dessa peça e com a quantidade de peças que serão fabricadas para completar a reconstituição bucal.

Cada tipo de material possui características específicas e distintas entre si, diferentes níveis de durabilidade e resistência, portanto, é essencial tirar todas as dúvidas quanto aos tipos de materiais disponíveis com o implantodontista, antes de definir qual será utilizado no implante dentário.

A Vital Implantes trabalha com as melhores marcas de implantes dentários disponíveis no mercado, garantindo a segurança e tranquilidade ao paciente.

Plataformas protéticas utilizadas na estruturação dos implantes dentários

Existem vários modelos de plataformas que dão sustentação aos implantes dentários e é o próprio implantodontista quem define qual o melhor tipo, especificamente, para cada caso. Essas plataformas protéticas, que unem a prótese dentária ao implante dentário, podem ser o Hexágono Externo, Hexágono Interno ou o Cone Morse.

Para a realização de um implante dentário unitário, normalmente utiliza-se a plataforma Cone-Morse, possibilitando que os implantes dentários sejam posicionados de forma ainda mais intra-óssea, reduzindo a microfenda ? local em que as bactérias podem se alojar e causar prejuízos bucais ? além de contribuir com a eficiência estética do implante dentário.

Já os Hexágonos Externo e Interno são escolhidos para a realização os implantes dentários múltiplos. Esses métodos se consolidaram mundialmente como sistemas de sucesso, pois contribuíram com a popularização do processo de osseointegração dos pinos de titânio, consolidando as teorias básicas da implantodontia moderna.

Como é o processo para a realização de um implante dentário?

Um implante dentário pode ser instalado no osso maxilar, que corresponde à estrutura dos dentes de cima da boca ou no osso mandibular, correspondente aos dentes inferiores. Em seguida, o implantodontista irá coletar informações sobre a saúde do paciente de forma geral, verificando se existe a presença de doenças crônicas, que possam interferir no processo cirúrgico, como a hipertensão ou diabetes. O especialista irá verificar também se o paciente faz uso contínuo de alguma medicação específica, pois alguns medicamentos podem interferir no processo de coagulação sanguínea, atrapalhando essencial o período necessário para a cicatrização completa após a instalação do pino do implante dentário.

Assim, o implantodontista poderá elaborar melhor planejamento odontológico para tornar o processo de implantação de um novo dente mais eficaz, de acordo com as características particulares de cada paciente.

Em seguida, o especialista irá planejar a realização do implante dentário, com o auxílio de exames específicos, como uma tomografia para analisar as condições dos ossos e demais características bucais, antes de iniciar o processo de instalação do pino de titânio, que dará o suporte para o novo dente.

O paciente irá realizar também radiografia panorâmica se necessário e passará por uma moldagem, para registro de sua mordida e dimensionamento de sua estrutura bucal. Com esses materiais, o especialista irá determinar o tamanho e formato de cada dente para que o implante dentário seja confeccionado de acordo com essas características.

A cirurgia para instalação dos pinos de titânio tem a duração aproximada de duas horas e o paciente não precisa se preocupar quanto à possibilidade de sentir dor, já que a região bucal que passará pela cirurgia estará anestesiada.

O paciente é liberado do consultório odontológico logo após a conclusão do procedimento cirúrgico e precisa apenas manter alguns cuidados pós-operatórios para garantir a cicatrização adequada.

Anestesia

A realização da cirurgia para a instalação dos implantes dentários essencialmente depende da utilização da anestesia local, para evitar que o paciente sinta qualquer tipo de dor ou desconforto proveniente do processo cirúrgico. O especialista utiliza, também, pode usar um anestésico tópico para atenuar a sensação causada pela agulha da anestesia no momento de sua aplicação.

A anestesia utilizada em processos odontológicos é bastante diferente da anestesia utilizada em outros processos cirúrgicos médicos, principalmente por não causar nenhum tipo de efeito colateral sedativo que comprometa a realização das atividades cotidianas, como caminhar sozinho ou dirigir. Essa anestesia só causa uma sensação de dormência na boca, que melhora em poucas horas após a sua aplicação.

Osseointegração dos implantes dentários

Depois que o pino de titânio é implantando, é necessário aguardar um período para a sua total integração ao organismo, processo conhecido como osseointegração, que consiste na migração das células ósseas (osteoblastos) para a superfície desse metal, garantindo a fixação da peça. Esse processo de cicatrização pode levar até 06 meses ou mais, dependendo do próprio organismo. Durante esse período, o paciente utilizará uma prótese no local em que será instalada a prótese definitiva sobre o pino do implante dentário.

A moldagem necessária para a produção dos dentes definitivos em porcelana, ou outro material escolhido pelo paciente em conjunto com o implantodontista, é feita também nesse primeiro momento e pode existir a necessidade da realização de algumas provas dessa peça para ajustá-la antes de sua implantação definitiva.

É importante lembrar que o implante dentário provavelmente não precisará ser substituído, porém, é necessário consultar um implantodontista periodicamente, de acordo com a indicação do especialista responsável pela realização do procedimento, para realizar exames de rotina e verificar se o implante permanece saudável.

Utilização de enxertos ósseos para a realização de Implantes Dentários

Quando o paciente, por algum motivo, não possui a estrutura óssea com a densidade adequada para sustentar o pino de titânio, ele pode receber um enxerto ósseo para aumentar o volume dessa base que irá receber o implante dentário, garantindo que o pino fique adequadamente fixado.

Os enxertos ósseos se dividem e dois tipos:

- Autógenos: quando um enxerto é produzido a partir do tecido ósseo do próprio paciente, como a retirada de uma pequena quantidade de osso da própria mandíbula para a realização de pequenas reconstruções ósseas, possibilitando a inserção de implantes dentários, por exemplo.

- Sintéticos: são produzidos em laboratórios com polímero, hidroxiapatita, cerâmica dentre outros materiais que reduzam a possibilidade de rejeição pelo organismo. Esse material é misturado à base óssea para que o próprio osso o absorva, aumentando seu volume e tornando possível a realização de procedimentos cirúrgicos que dependam de uma estrutura óssea adequada, como os implantes dentários.

Em alguns casos, é possível iniciar o processo de implantação do pino de titânio no mesmo procedimento cirúrgico realizado para a aplicação do enxerto ósseo, reduzindo a quantidade de cirurgias realizadas para a conclusão do implante dentário.

Quando existe a necessidade de utilização dos enxertos ósseos, o paciente precisa aguardar cerca de seis meses antes da colocação do dente artificial definitivo, mas, durante esse período, ele utilizará uma prótese provisória.

Pós-operatório : Implante dentário

- Não mastigue nada muito duro na primeira semana após a realização de um implante dentário;

- Não consuma bebidas muito quentes nem ácidas, para não prejudicar o processo de cicatrização;

-Evite fumar ou consumir bebidas alcoólicas também nesse primeiro momento após a realização da cirurgia para a inserção do pino de titânio no osso;

- Tome sorvetes e ingira alimentos gelados, pois eles ajudam no processo de cicatrização;

- Evite a utilização de analgésicos que contenham Ácido Acetilsalicílico em sua composição, durante o período de recuperação após a realização de uma cirurgia para colocar implantes dentários. Esse tipo de medicamento inibe a ação das plaquetas sanguíneas, responsáveis pela coagulação sanguínea, dificultando o processo de cicatrização.

Onde são feitos os implantes dentários?

Os implantes dentários são realizados na Clínica Vital Odonto Implantes, uma clínica odontológica de infraestrutura completa, com equipamentos de primeira linha e uma equipe de especialista em implantes dentários altamente capacitada.

Localização : acesso e comodidade

A Vital Odonto Implantes fica localizada na Barra Funda, em um moderno edifício que oferece toda a comodidade para um atendimento impecável, como estacionamento privativo, monitoramento de seguranças 24 horas, moderna cafeteria, ótimo restaurante e rede wi-fi aberta a todos os visitantes.

Nas dependências da Vital Implantes, o paciente será recebido por atendentes atenciosos e aguardará sua consulta em uma confortável sala equipada com TV a cabo e internet gratuita.

A Vital Implantes está situada em um bairro bem localizado e estratégico, com fácil acesso a diversos outros bairros da cidade. A Barra Funda é cortada por avenidas de grande circulação, está próxima à Marginal do Rio Tietê, além de estar próxima às estações de Metrô e trens da CPTM. Diversas linhas de ônibus também circulam em regiões próximas à Clínica Vital Odonto.

Todos os instrumentos utilizados pelos profissionais da Vital Odonto Implantes são de última geração tecnológica, possibilitando que a clínica ofereça o que há de mais moderno em tratamentos odontológicos. Todos os especialistas em implantes dentários que formam o núcleo profissional da clínica estão familiarizados com as mais modernas técnicas para realizar os implantes dentários e todos os tipos de tratamento que englobam a reconstituição das funções bucais, dos mais simples aos mais complexos.

A união desses fatores é o que faz a Clínica Vital Odonto Implantes garantir os melhores resultados em todos os procedimentos que realiza. Os profissionais acompanham o paciente desde o início do tratamento e esse atendimento se estende também após a colocação dos implantes dentários. O cuidado com cada paciente, entendendo que cada um possui características e necessidades específicas, é o que faz da Vital Odonto uma clínica odontológica referência em qualidade e comprometimento em São Paulo.

Além de uma sólida formação acadêmica, os profissionais que formam o time da Vital Odonto Implantes passam por constantes cursos de especialização e participam ativamente de congressos para que estejam sempre em contato com as mais modernas técnicas da área odontológica.

Toda a equipe da Vital Odonto Implantes sabe que flexibilidade de horários e disponibilidade de atendimento é extremamente importante para a realização e conclusão dos tratamentos, por isso trabalhamos com agendas maleáveis e horários de atendimento diferenciados. Consulte-nos e marque seu horário agora

DICAS PAR TER UM IMPLANTE DENTÁRIO SAUDÁVEL

- Faça a higienização diária de seu implante dentário, exatamente como ela é realizada nos demais dentes naturais, após cada refeição. Utilize pasta de dente com flúor e fio dental para limpar a gengiva e ao redor do implante, pois esse é o local em que as bactérias ficam depositadas e desencadeiam as doenças periodontais (na gengiva).

- Fique atento quanto a aparência da gengiva no local em que foram instalados os implantes dentários, caso ela apresente uma coloração escurecida é necessário buscar, imediatamente, o auxílio de um odontologista para verificar a saúde dessa região. A alteração na coloração gengival ou a presença de dor e desconforto são indícios de inflamações ou infecções que podem comprometer, primeiramente a gengiva e, consequentemente, o implante dentário, pois a evolução desses quadros pode ocasionar uma perda óssea.

A presença de porosidade no osso em que o implante foi instalado, decorrente de doenças periodontais, pode fazer com que o pino de titânio simplesmente se solte, resultando na perda de todo o tratamento. Por isso, a higienização e atenção com a saúde bucal são extremamente importantes para garantir um implante dentário saudável pelo resto da vida.

UM POUCO DE HISTÓRIA

De acordo com Pesquisadores da Universidade de Nova York, a bactéria causadora de cáries já existia há cerca de 100 mil anos e, em Madri, foram descobertas marcas de gravetos em dois molares de Neandertais, indicando que eles já realizavam algum tipo de higienização bucal.

O povo Fenício, que viveu a 4000 A.C. já conhecia as próteses dentárias, de acordo com uma escavação arqueológica que revelou um fio de ouro fixando seis dentes. Indícios da existência de próteses foram encontrados também em sítios arqueológicos dos povos Egípcios, Romanos e Maias.

Essa mesma técnica foi aperfeiçoada pelos Etruscos, no século VI A.C. e eles utilizaram aros de ouro fundidos em lâminas mais resistentes. Essa solda foi encontrada em 1885, comprovando sua qualidade e durabilidade.

Já em 1728, Pierre Fauchard descreveu duas próteses superiores, fabricadas em madeira, encontradas no Japão, juntamente com outras 120 próteses completas, tanto inferiores quanto superiores. Essas próteses eram também talhadas em lascas de mármores, ossos de outros animais e, até mesmo, outros dentes humanos.

A evolução das próteses dentárias continuou avançando, mas sem grandes marcos até 1969, quando Per Ingvar Branemark, um professor sueco, publicou estudos sobre a osseointegração. Suas experiências realizadas em coelhos mostravam que o titânio inserido na fíbula dos animais era difícil de ser removido, provando que o material estava integrado totalmente ao osso. Essa foi a descoberta definitiva para consolidação da implantodontia, aperfeiçoando a técnica, trazendo mais segurança e qualidade para a aplicação das próteses.

Antes dessa descoberta, os implantes dentários eram fabricados com compostos metálicos mais suscetíveis à rejeição do organismo, desencadeando processos infecciosos e atrapalhando a reconstituição das funções bucais.

O processo cirúrgico para a instalação dos implantes dentários também evoluiu. Inicialmente, a técnica para instalação de um implante dental levava cerca de seis horas e a cirurgia era realizada em hospitais, com a necessidade de aplicação de anestesia geral.

Hoje, as cirurgias necessárias para a realização dos implantes dentários são realizadas na cadeira do próprio consultório odontológico em cerca de duas horas, com o paciente consciente além de que o período necessário para sua recuperação é muito menor.

O pino de titânio, que é a peça chave para a realização de um implante dentário, também passou por modificações evolutivas ao longo do tempo, acompanhando os avanços tecnológicos da implantodontia. O pino utilizado atualmente possui a mesma textura que um parafuso para agilizar o processo de osseointegração.

O investimento necessário para a realização de um implante dentário também diminuiu ao longo do tempo, tornando-o mais acessível e popular, aumentando a demanda de pessoas que optam pelos implantes dentários para recuperar totalmente o seu sorriso.

Os implantes dentários surgiram no Brasil há cerda de 28 anos e custavam cerca de três mil reais cada um, hoje, é possível ter um implante dentário de alta qualidade com um preço mais acessível. Clique aqui e faça o seu orçamento com a Vital Odonto Implantes.

Odontologia em constante evolução - Cirurgia Guiada para implantes dentários

A implantodontia continua em constante evolução nos consultórios odontológicos que investem em equipamentos cada vez mais modernos para atender seus pacientes, como a Vital Odonto.

Um grande exemplo disso é a Cirurgia Guiada, que possibilita a realização de cirurgias cada vez menos invasivas para a instalação dos implantes dentários. Nesse procedimento, a arcada dentária do paciente é totalmente mapeada através de uma tomografia computadorizada tridimensional. Com o auxílio de um software, o implantodontista realiza todo o processo de implante dentário primeiramente na tela do computador, observando o posicionamento de todos os dentes, analisando toda a estrutura bucal do paciente antes de começar o processo cirúrgico.

Essas imagens possibilitam ainda que o implantodontista identifique quais materiais serão necessários para a realização do processo cirúrgico e suas quantidades exatas, evitando também o desperdício. Umas das principais vantagens da Cirurgia Guiada é a redução de riscos para o paciente, pois otimiza a assertividade do cirurgião, que precisará realizar menos incisões gengivais para concluir a instalação do pino de titânio. Reduzir a quantidade de cortes significa também diminuir o tempo necessário para a recuperação após a cirurgia.

Com essa técnica, existe a redução em até 50% do tempo necessário para a conclusão de uma cirurgia para a instalação do implante dentário, pois o especialista não precisara realizar maiores explanações na área bucal do paciente, já que ela foi totalmente mapeada no computador. Entre em contato e marque sua avaliação.

ENXERTO ÓSSEO

Para pacientes que tenham tido perda óssea e a colocação de implantes seja dificultada, podem fazer o enxerto e recuperar as condições da base óssea para receber os implantes dentários.

Baumer Critéria Geistlich Biomaterials OsteoGen Septodont

MARCAS DE IMPLANTES

A Vital Implantes trabalha com as melhores marcas de implantes disponíveis no mercado, que garantem a segurança e tranquilidade ao paciente.

Marcas de Implantes - Straumann Marcas de Implantes - Bionnovation Marcas de Implantes - Neodent Marcas de Implantes - SIN Marcas de Implantes - INP Marcas de Implantes - Nobel Biocare Marcas de Implantes - Conexão Marcas de Implantes - P-I Branemark Marcas de Implantes - Titaniumfix Marcas de Implantes - Dentoflex